Sanidade Animal

COD: 1018

Descrição:

O manejo da cama de aviário na produção de frango é um fator que interfere diretamente na rentabilidade final de um lote para o produtor. O manejo recomendado exige um cuidado em todas as fases de produção, do intervalo entre os lotes até o carregamento para abate. Uma cama de má qualidade pode causar uma série de problemas como calosidade nas patas, lesões no peito e propagação da amônia. Além destes elementos que provocam perda de produtividade, o calor e umidade inadequados somado as fezes, urina, restos de ração, penas e outros materiais em pequena quantidade criam um ambiente propício para contaminação dos frangos pela Salmonella, por exemplo. Deste modo, o desafio está em monitorar o manejo correto da cama de aviário em todas as fases da produção para garantir a biosseguridade, evitar as condenações por lesões, e consequentemente aumentar a rentabilidade. O resultado esperado é a redução de condenações no abate de frango originadas por má qualidade da cama de aviário por meio de um monitoramento da temperatura, umidade e densidade da cama. O sensoriamento destes fatores possibilitará que os extensionistas médicos veterinários possam recomendar manejos corretivos para os produtores de frango.   TRL 7 - Demonstração do protótipo em ambiente operacional;

Esta demanda encontra-se Em execução.