COD: 9011

Ano do Desafio: 2024

Temática: Automação de Processo de Medição

Verticais: Internet das Coisas (IoT)

Estágio esperado de Maturidade da Solução: Validação – Necessário solução com prova de conceito em ambiente operacional

Este desafio encontra-se Aberto.

Descrição:

Nosso problema decorre de um dos nossos processos: a coleta de leite nas fazendas de produtores rurais. O "contra leite" é uma expressão utilizada para representar a diferença entre o volume coletado na rota e o volume descarregado na fábrica. Essa disparidade tem um impacto significativo para a empresa, resultando em mais de 2 milhões de reais em perdas anuais. Essas discrepâncias advêm de diversos fatores. Atualmente, para medir o volume de leite, nossos motoristas inserem uma régua no tanque do produtor, onde precisam observar os centímetros na régua e, em seguida, converter esses centímetros usando uma tabela que contém as medidas do tanque de leite, obtendo assim o volume do leite. Um problema comum é a perda da régua ou da tabela de medidas do tanque, levando à confecção de outras que não correspondem à medida real do tanque, resultando em alterações na litragem do recipiente. Outro ponto bastante relevante é o desnivelamento dos tanques dos produtores, que muitas vezes perdemos muito tempo para identificar e corrigir o mesmo. É importante ressaltar que todos os tanques dos produtores são diferentes, não havendo um padrão. Além disso, outros obstáculos incluem o derramamento de leite, devido ao excesso de leite em um dos compartimentos do caminhão, causando transbordamento.

Como é feito hoje:

Atualmente, realizamos o processo de coleta de forma manual, conforme explicado anteriormente. Apesar de possuirmos um aplicativo de coleta que registra todos os dados com fotos, muitas vezes esses dados são imprecisos devido a equipamentos danificados, tabelas incorretas, erros humanos e à falta de automação.

Resultados esperados na solução do desafio:

Esperamos reduzir um custo de 2.000.000,00 de reais por ano, pois cada discrepância registrada de forma incorreta resulta em descontos para a transportadora. Antecipamos uma significativa evolução na cadeia do leite, aumentando a transparência em todos os processos.

Requisitos Inegociáveis:

Um equipamento móvel para a medição do tanque de leite do produtor, permitindo que nosso próprio motorista realize a medição com o auxílio de inteligência. Um equipamento instalado dentro do tanque do caminhão, que registra a entrada de leite em seus compartimentos, que tenha capacidade de resistir a alta temperatura de até 80ºC ,pois ao final de cada viagem o tanque passa por um CIP na indústria para lavagem do tanque. O sistema deve ser escalável, com baixo custo de replicação que tenha integração com nosso ERP.

Histórico:

Já experimentamos um medidor de vazão, mas o teste não foi satisfatório, pois na hora da sucção do leite ele registrava a passagem de leite quanto a passagem de ar, resultando em medições incorretas. Além disso, sua manutenção é muito alta, sendo inviável para o grande número de veículos que temos (500). Também testamos um sensor de volume, utilizando um laser para medir a distância do topo do leite até a superfície do tanque, após isso era feito uma conversão com as medidas dos tanque, para obter o volume. No entanto, o laser frequentemente penetrava no leite, comprometendo a precisão da medição, pois temos leites mais densos que outros.

Estágio esperado de Maturidade da Solução:

Validação - Prova de conceito em ambiente operacional

Temática:

Automação de Processos de Medição

Vertical:

Internet das Coisas (IoT)